Publicidade

Governador Eduardo Riedel confirma 2ª turma de Direito da UEMS em Bataguassu

O governador também anunciou investimentos na área da educação e infraestrutura, que somam mais de R$ 15 milhões.

18/06/2024 às 09h49 Atualizada em 18/06/2024 às 13h48
Por: Redação Fonte: Cenário MS
Compartilhe:
Em agenda no município neste sábado (15), o governador, Eduardo Riedel, visitou os alunos da primeira turma do curso de Direito da UEMS - Foto: Jhone Silva
Em agenda no município neste sábado (15), o governador, Eduardo Riedel, visitou os alunos da primeira turma do curso de Direito da UEMS - Foto: Jhone Silva

Em agenda no município de Bataguassu no sábado (15), o governador, Eduardo Riedel, visitou os alunos da primeira turma do curso de Direito da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), no complexo do CEJA (Centro Educacional Juventude do Amanhã) e anunciou a segunda turma, com mais 50 vagas para 2025. O governador também anunciou investimentos na área da educação e infraestrutura, que somam mais de R$ 15 milhões.

“É pela trajetória na educação que está a transformação do nosso Estado. A formação profissional da nossa juventude é fundamental. E por isso a segunda turma do curso de Direito da UEMS está garantida em Bataguassu”, disse Riedel.

Os primeiros alunos do curso de Direito da UEMS, que passou a ser oferecido este ano, são de municípios da região, além de Bataguassu, também de Santa Rita do Pardo, Anaurilândia, Brasilândia e outras cidades do Estado, além do interior de São Paulo.

Continua após a publicidade

No processo seletivo da primeira turma de Direito da UEMS foram oferecidas 50 vagas, 26 para ingresso por meio do vestibular e outras 24 para ingresso por meio do SISU (Sistema de Seleção Unificada) 2024, inclusive com oferta para ampla concorrência, negros, indígenas, residentes em Mato Grosso do Sul e para PCD (pessoa com deficiência).

O curso de Direito tem cinco anos de duração, com aulas no período noturno. Um convênio entre a UEMS e a Prefeitura Municipal, que permitiu que a Universidade atendesse os alunos de maneira presencial no CEJA. O aporte financeiro do município foi de R$ 2 milhões para subsidiar a duração do curso e a articulação foi do deputado estadual Pedro Caravina

Continua após a publicidade

"Eu tenho a grata satisfação de ter trabalhado diretamente para trazer esse curso para Bataguassu. Nossas tratativas se iniciaram no começo do ano passado, com o reitor Laércio Alves de Carvalho, que veio através do meu convite visitar o Ceja, que tem uma estrutura fantástica, e depois falamos com o governador Riedel que concordou que Bataguassu tivesse esse primeiro polo universitário com curso presencial. Esse é o início de uma grande processo de tornar Bataguassu um polo regional de ensino superior, atendendo toda região", afirmou Caravina.

A primeira-dama Mônica Riedel acompanhou a agenda em Bataguassu, além do secretário Eduardo Rocha (Casa Civil), e ainda Nelson Trad Filho (senador), Laércio Alves de Carvalho (reitor da UEMS), Cláudio Kosloski (promotor e presidente honorário do Ceja) e outras lideranças estaduais e municipais.

Rede Estadual de Ensino

Com foco na modernização das unidades escolares da REE (Rede Estadual de Ensino), o Governo de MS investiu mais de R$ 8 milhões na reforma geral das escolas estaduais Peri Martins e Professor Braz Sinigáglia, formalmente entregues pelo governador.

A EE Peri Martins recebeu mais de R$ 4 milhões em recursos para a reforma, que contemplou adequação de proteção contra incêndio e pânico, descargas atmosféricas e vigilância sanitária, além de todas as demais intervenções, e a aquisição de mobiliário e equipamentos para salas de aula, cozinha e laboratórios.

Na EE Professor Braz Singáglia o prédio foi totalmente reformado e adequado às normas de acessibilidade, além das demais intervenções realizadas pelara a melhoria do espaço, com investimento de mais de R$ 3,3 milhões.

Infraestrutura

Também foi assinada a autorização para abertura de processo licitatório das obras de pavimentação e drenagem do Núcleo Industrial – R$ 2,9 milhões em investimentos –, restauração de pavimento – R$ 2 milhões –, pavimentação e drenagem do Porto XV – 2,2 milhões –, por meio do programa ‘MS ATIVO Municipalismo’, que tem o compromisso de promover o crescimento e desenvolvimento local.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias