Publicidade

Pintor acusado de assassinar pecuarista em Santa Rita do Pardo é preso 2 dias após o crime

Gerren Carlos Salviano da Silva, de 52 anos, foi preso nesta quinta-feira (23), pela Polícia Civil do município

24/05/2024 às 09h46 Atualizada em 24/05/2024 às 16h50
Por: Redação Fonte: Cenário MS
Compartilhe:
Gerren Carlos Salviano da Silva, de 52 anos, foi preso preventivamente nesta quinta-feira (23), por homicídio qualificado - Foto: Reprodução Redes Sociais
Gerren Carlos Salviano da Silva, de 52 anos, foi preso preventivamente nesta quinta-feira (23), por homicídio qualificado - Foto: Reprodução Redes Sociais

Identificado pela Polícia Civil como autor do homicídio, que vitimou o pecuarista Deusdedit Niedo Patriota, de 49 anos, na noite da última terça-feira (21), em Santa Rita do Pardo, o pintor Gerren Carlos Salviano da Silva, de 52 anos, foi preso preventivamente nesta quinta-feira (23). O crime investigado configura-se como homicídio qualificado por motivo fútil.

Segundo a Polícia Civil, após a comunicação do crime, que ocorreu em um bar, localizado na Rua Julião de Lima Maia, foi representada a prisão preventiva, que teve parecer favorável do Ministério Público, ao juízo da comarca de Bataguassu, tendo sido deferida nesta quinta-feira pelo Poder Judiciário e cumprida pelos policiais civis.

Gerren Carlos encontra-se preso e à disposição da Justiça. A pena máxima cominada ao crime pelo qual ele é investigado pode chegar a 30 anos de reclusão.

Continua após a publicidade

O inquérito já se encontra em fase final e será em breve enviado ao Ministério Público para eventual oferecimento de denúncia.

O crime

Continua após a publicidade

Segundo a Polícia Civil, no dia dos fatos, o autor e a vítima estavam em um bar, localizado no centro da cidade, e, em determinado momento, tiveram um desentendimento por conta da aquisição do carro da vítima. Segundo o autor, o que houve foi um mal-entendido, pois Deusdedit teria se sentido ofendido, achando que ele tinha o chamado de arrogante, mas que ele só estava elogiando a compra do novo carro da vítima.

Durante o desentendimento, utilizando-se de uma faca, Garren matou Deusdedit com um golpe no tórax. 

A faca usada no crime ficou sobre a mesa onde o autor fazia sua refeição. Os proprietários do bar e um cliente do estabelecimento presenciaram o homicídio. 

Conforme dados da Secretária de Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Santa Rita do Pardo estava há três anos sem registrar um homicídio consumado, na localidade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias